Elza Soares apresenta show inédito em Salvador com músicas de Lupicínio Rodrigues

Elza Soares apresenta show inédito em Salvador com músicas de Lupicínio Rodrigues

Compartilhar

A cantora Elza Soares se apresenta no próximo dia 10, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, com repertório dedicado às composições de Lupicínio Rodrigues. O espetáculo ‘Elza canta Lupi’ fará sua estreia em Salvador como parte do XV Festival de Música Educadora FM. O show de abertura será da cantora baiana Larissa Luz, em uma noite de celebração da música e da força da mulher negra. Os ingressos, a R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), podem ser adquiridos pelo site Ingresso Rápido, bilheteria do TCA e SACs dos shoppings Barra e Bela Vista.

No espetáculo, ao mesmo tempo clássico e vanguardista em suas versões, Elza, considerada a “voz do milênio” pela BBC de Londres e vencedora do Grammy 2016, presta homenagem ao compositor que deu a artista o primeiro sucesso de sua carreira – foi com ‘Se Acaso Você Chegasse’ – seu primeiro single, gravado em 1960 – que Elza tornou-se popular. A cantora ganhou as paradas musicais quando introduziu o scat a la Louis Armstrong em sua versão, adicionando uma pitada de jazz ao samba.

Desde então, teve inúmeras músicas no topo das listas de sucesso no Brasil ao longo de sua trajetória artística. Neste show, alguns dos maiores sucessos incluem ‘Se Acaso Você Chegasse’, ‘Boato’, ‘Cadeira Vazia’, ‘Só Danço Samba’, ‘Mulata Assanhada’ e ‘Aquarela Brasileira1. A atriz e cantora Larissa Luz abre a cerimônia de premiação do XV Festival de Música Educadora FM, com as músicas do álbum ‘Território Conquistado’, segundo da sua carreira. Larissa compõe o júri especializado desta edição do festival.

Festival

O Festival de Música Educadora FM chega à 15ª edição mantendo o objetivo original de estimular a produção musical independente baiana. O evento conta com uma premiação de R$ 62 mil e dá visibilidade ao trabalho de jovens artistas – com pouco espaço na mídia tradicional – por meio da veiculação na rádio. Neste ano, o evento teve 285 participantes, com 401 obras inscritas, entre músicas com letra e instrumentais.